domingo, 4 de junho de 2017

Teixeira Duarte novamente em máximos

Tal como foi sinalizado na última análise à Teixeira Duarte, o título acabou por oferecer uma boa oportunidade de entrada/reforço (sinalizando entradas em pelo menos dois dos meus sistemas de trading), e encontra-se já cerca de 50% acima desse ponto. Uma subida impressionante, para tão curto espaço de tempo. E goste-se ou não da empresa, a verdade é que mostra sinais de força sólidos o suficiente para nos levar a acreditar em sustentabilidade. A ver vamos. Para já, importa analisar o momento presente em busca de sinais de salubridade e de alerta.


Começando pelos sinais de força, foi muito positivo termos assistido ao breakout ascendente da zona de resistência dos 31,5 cêntimos, que já tinha sido testada algumas vezes e tinha sempre gerado uma retracção. Desta vez a quebra foi indiscutível, e a vela que gerou uma subida de 18% é por si só um interessante suporte de curto prazo. Mas não é obviamente sólido o suficiente. O suporte de médio prazo evoluiu agora dos 22,6 para os 26,5 cêntimos. Bastante afastado, eu sei, mas antes disso dificilmente poderemos clamar inversão. Fica então a zona de primeiro alerta abaixo da vela de breakout, e a de inversão nos 26,5 cêntimos.


Sem comentários: