Vodafone também não tem tido dias fáceis

Enquanto a bolsa portuguesa se vai degradando dia após dia, grande parte das bolsas internacionais têm vindo a aguentar-se com uma performance bastante razoável. Não é, contudo, esse o sentimento dominante no mercado Londrino. O cenário cada vez mais real de Brexit tem vindo a provocar significativos aumentos de volatilidade, e a Vodafone também tem sofrido com isso. Exemplo de tal são as últimas 3 sessões, onde à volatilidade não ajudou o downgrade da Macquarie. 

Tecnicamente continua em lateralização de longo prazo. Há cerca de 3 anos que se mantém num range mais ou menos bem definido, entre a zona das 200 e das 250 libras. No último ano esse range ainda ficou mais limitado, e atingido que está o seu topo parece agora encaminhar-se a cotação novamente para a base. Os limites têm sido muito pouco respeitadores de suportes e resistências, pelo que não é seguro fazer negociação deste título usando essa estratégia com stops. Aqui, ou se negoceia no gráfico horário (já vimos que a volatilidade é muito inferior e as tendências são lineares), ou se deixa correr a tendência em busca de um novo swing. Para já, contudo, estando a cotação a meio canal, será preferível esperar por sinais de reacção ascendente no gráfico horário e comprar um swing up. Isso sim, pode ser uma estratégia interessante.

Etiquetas: