Vinci continua de vento em popa

Termino a análise ao sector da construção com uma análise à Vinci, que continua de longe a ser a minha favorita neste sector a nível europeu. Desde a última análise voltou a entrar em máximos, e fez um novo mínimo relativo superior ao anterior. Não é uma referência tão significativa como a que fez no início do ano, mas o suporte dos 63,74€ acaba por servir pelo menos como stop parcial para uma necessidade de reduzir exposição em caso de retracção. Como dizia, acaba por não ser uma retracção significativa o suficiente para servir como referência major, e é mesmo expectável que possa vir a surgir uma lateralização que ultrapasse em baixa esse ponto. Dependendo da forma do movimento, a quebra poderá não ter grande relevo técnico. Importará, de qualquer forma, manter atenção à movimentação e ponderar reduzir exposição caso essa quebra se venha a confirmar. Continuando de qualquer forma a tendência a ser ascendente, até que o ponto de referência do início do ano seja quebrado em baixa, deverão ser aproveitadas as sinalizações de inversão no gráfico horário para testar entradas.




Etiquetas: