Construtoras - Teixeira Duarte em acumulação?

Encerro a análise ao sector da construção com a visão sob a Teixeira Duarte. Será a última análise que farei à Teixeira Duarte na rúbrica "construturas", devido à falta de volume ampliada após saída do índice principal (fico aberto a sugestões para uma substituta). Apesar da menor exposição mediática, parece que pelo menos o título conseguiu finalmente extinguir as perdas, e tenta agora consolidar. A não quebra em baixa dos 25 cêntimos, a perdurar, poderá gerar momentum suficiente para se quebrar a zona de resistência discretamente acima dos 30 cêntimos em alta. Este caso pode perfeitamente enquadrar-se num cenário de esgotamento vendedor. Todos os accionistas que desejavam sair já saíram, não há também novos compradores, mas os que aguentaram os títulos em carteira já não pensam em vender. Se assim fosse, todos os movimentos subsequentes seriam no sentido ascendente. Não seria a primeira vez que tal acontecia, nem certamente a última, por isso é relevante manter a vigilância apertada à zona de resistência. Se o suporte quebrar em baixa, todo este cenário é inviabilizado e o caminho descendente acentuar-se-á.




Etiquetas: