Telecomunicações - CTT, Pharol, NOS e Vodafone (18/10/2015)

- CTT a atingirem topo do range de lateralização, correcção é possível;
- NOS continua na corda bamba, com o suporte dos 7€ a revelar-se como um ponto chave que não pode quebrar;
- Pharol a surpreender. A activação de um padrão de inversão com forte volume poderá galvanizar o título para um movimento superior
- Vodafone em correcção mensal. Importa procurar por sinais de inversão para ascendente antes de testar entrada


Etiquetas: